sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A CONSTELAÇÃO DO AQUÁRIO - MITOLOGIA

Aquário, segundo a mitologia. Imagem net.
Um pastor (que também era aguadeiro) chamado Ganimedes – nome que viria a ser utilizado por Galileu para baptizar uma das 4 luas de Júpiter, que ele descobrira –, era um jovem, muito belo e gentil.
Por isso, um dia foi raptado pela águia de Zeus e levado para a morada dos deuses para ser o aguadeiro dos ditos. Rapidamente se tornou muito querido de todos e, aproveitando-se dessa circunstância, pediu a Zeus para que o deixasse ajudar os mortais seus irmãos, levando-lhes água. Concedido o pedido, Ganimedes – para os gregos – ganhou o estatuto de Deus da Chuva!
E, não só para bem desempenhar as suas funções, como para poder sempre ser visto pelo pai (o rei Trós, muito saudoso do seu filho...), os deuses colocaram-no no céu!

domingo, 19 de fevereiro de 2012

NEBULOSA HÉLICE


Das nebulosas da constelação Aquário,
a Hélice (NGC 7293) - uma nebulosa planetária,
é a a que fica mais próximo de nós.

* A expressão "nebulosa planetária", nada tem a ver com planetas.
Mas sim com o facto de que a 1ª,
no séc XVIII (das muitas depois descobertas),
foi tomada por um sistema solar em formação!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A MINHA POESIA

.
Ultrapassou os 80 mil visionamentos

o vídeo produzido no Brasil,
sobre o lançamento do meu livro

"Por Detrás das Palavras", em S. Paulo.

.
A todos, o meu muito obrigado.
.
clicar duas vezes, no vídeo, ao lado, na barra lateral
para ver o écran inteiro.
.
Veja também o meu mais recente poema

domingo, 5 de fevereiro de 2012

GALILEU GALILEI


A PRIMEIRA LUNETA ASTRONÓMICA

A primeira luneta astronómica de que há memória, foi construída por Galileu Galilei. Tratava-se dum aparelho óptico rudimentar, que pode ser considerado o percursor dos modernos telescópios. O mês de Janeiro de 1604 ficou para a história da astronomia, como a data em que, através dela, o célebre sábio de Florença descobriu as quatro mais importantes luas de Júpiter – Io, Europa, Ganimedes e Calisto, por ordem de proximidade ao planeta. Também foi ele o primeiro a provar a realidade do sistema heliocêntrico (que tinha sido proposto por Copérnico), refutando a antiga crença de que a Terra era o centro do Sistema Solar e do Universo. Para além disto, nos domínios da astronomia –, foi ele o primeiro a observar e calcular a altura das montanhas da Lua, baseando-se nas sombras que o Sol projecta nas suas crateras, e a verificar a existência de fases, no planeta Vénus, à imagem do que se passa com as conhecidas fases do nosso satélite natural. O céu que observara através da luneta, também lhe permitiu concluir que a Via Láctea não era uma nuvem (como até aí se julgava), mas sim um enorme conjunto de estrelas, a galáxia de que o Sol faz parte.
Hoje sabe-se que esse número é superior a cem mil milhões (200. 000. 000. 000).