sábado, 31 de outubro de 2015

ASTERÓIDE


Hoje, Sábado, 31 de Outubro, vai passar a uns 490 mil quilómetros da Terra, um asteróide de cerca de 400 metros de diâmetro, ou seja, uma distância idêntica àquela que nos separa da Lua.
No entanto, ele não causará qualquer dano ou influência, no nosso planeta. O mesmo não aconteceria se houvesse uma colisão. A devastação que causaria seria tremenda.
Meteoros desta envergadura, passam em média, um em cada dez anos, mas a probabilidade de entrarem em rota de colisão com o Planeta Azul, são ínfimas. Mas mesmo assim, os astrónomos esforçam-se por conseguir detectá-los, com muita antecedência e a grande distância.


domingo, 27 de setembro de 2015

ECLIPSE TOTAL DE SUPERLUA



Nesta madrugada de 28 de Setembro, a Lua estará bem próximo de nós, em fase de Lua Cheia, sofrendo um eclipse raro de observar. Idêntico a este, só em 2033.
Dada a distância a que se encontrará da Terra, aparece-nos 14% maior que no apogeu, e muito mais brilhante. Daí, se lhe chamar superlua.
A curiosidade é que a Lua não ficará completamente escura. A refracção da luz solar, provocada pela atmosfera da Terra, fará com que ela tenha uma coloração vermelho-alaranjada, como a ferrugem.
A fase de elipse total começa poucos minutos depois da uma da manhã, de Segunda-Feira, e a Lua permanecerá eclipsada até às cinco e meia.
Para aquilo que nos diz respeito, o eclipse será visível no Continente, Açores e Madeira.


quinta-feira, 13 de agosto de 2015

terça-feira, 14 de julho de 2015

PLUTÃO, EM GRANDE!




A sonda americana New Horizons, que fora lançada da Terra, há uns 9 anos e meio, depois de viajar quase 5 mil milhões de quilómetros, aproximou-se bem perto de Plutão e colheu a mais nítida fotografia (de sempre), do astro.
Agora já começou a recolher outros dados que serão enviados para a Terra e tornados públicos, assim que forem processados.   



Plutão, antes e depois de New Horizons.

segunda-feira, 9 de março de 2015

ECLIPSE PARCIAL DE SOL, EM PORTUGAL


No dia 20 de Março de 2015 ocorre um eclipse total do Sol que será visível como eclipse parcial em todo o território português. O eclipse total será apenas visível no extremo norte do oceano Atlântico, nas Ilhas Faroé, Svalbard e região ártica, numa faixa com largura entre os 410 e os 480 km.
Não teremos a sorte do eclipse ser total em Portugal,  
E já agora... os brasileiros também não terão essa sorte.
No continente português, o início do eclipse será cerca das 8 h, atingindo o máximo próximo das 9 h e termina perto das 10 h. No seu máximo, 63 % do Sol estará eclipsado.
O próximo eclipse total de Sol, só acontecerá, na Europa, no ano de 2026.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

SISTEMA SOLAR - últimas!


A Royal Astronomical Society acaba de revelar que um grupo de astrofísicos divulgou um estudo sobre objectos espaciais de origem idêntica à de outros planetas, que se encontram para além de Neptuno, e concluiu que há um comportamento anormal nas suas distâncias (à Terra), e nas suas velocidades.
Isso sugere a existência de planetas de grandes dimensões, para lá do referido planeta. A força gravitacional desses objectos (até hoje desconhecidos), estaria na origem dessas discrepâncias.
Trata-se duma situação parecida com a que levou Le Verrier (1811-1877) a estabelecer, definitivamente, a existência de Neptuno, a partir das discrepâncias que encontrou na órbita de Saturno.
Assim, o nosso sistema planetário teria, pelo menos, mais dois planetas. E, a ser verdade, o facto provocará uma autêntica revolução no modelo hoje aceite, para o Sistema Solar.