DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

quarta-feira, 14 de março de 2012

NO CENTRO DA VIA LÁCTEA





Se olharmos na direcção da constelação Sagitário, estamos a olhar para o centro da nossa galáxia.

E é aí, a 27.000 anos-luz de nós, que se encontra um buraco negro supermaciço, denominado Sagitário A, que tem uma massa 4 milhões vezes superior à do Sol. Esse buraco negro está em vias de engolir uma nuvem de gás com uma massa total 3 vezes a massa da Terra.

Dentro de ano e meio, a nuvem, composta de hidrogénio e hélio, estará à beira de começar a ser engolida, segundo a conceituada revista Nature. A velocidade actual da aproximação, oito milhões km/h, acelera-se constantemente. Quando a nuvem chegar a uns 40 mil milhões de quilómetros (cerca dumas 50 vezes a distância que separa o Sol, de Júpiter), a sua temperatura subirá aos milhões de graus e começará a produzir raios x, que serão captados pelos astrónomos.

Esperam-se informações preciosas, acerca deste acontecimento, pois ele é o primeiro, do género, a poder ser observado.

créditos: NASA

3 comentários:

lita duarte disse...

Ainda bem que a matemática quantifica tudo!:)
Vamos aguardar os efeitos desse acontecimento.

Paula Corbal disse...

Não é na nossa galáxia, é na NGC 1277, uma galáxia que tem somente 1/4 do tamanho da Via Lactea. E a massa desse buraco negro é de aproximadamente 17 bilhões de vezes maior que o nosso Sol.

vieira calado disse...

PAULA CORBAL:

Olá, boa noite!
Em relação ao seu comentário na minha Astronomia, devo dizer-lhe que está a fazer confusão.
Na NGC 1277 foi descoberto talvez o maior buraco negro, mas Sagitário A é na nossa, a Via Láctea.
Veja livros de referência, ou procure na net...
Saudações astronómicas!