terça-feira, 10 de março de 2009

-constelações # 3
-
..
A Ursa Menor é uma importante constelação dos nossos céus, pelo facto de incluir a Estrela Polar. Ao longo dos séculos, essa estrela tem sido a referência do Polo Norte. Por isso, era quase imprescindível para os velhos navegadores dos oceanos setentrionais. E, por isso mesmo, de nada servia para os mares austrais. Aí, a referência do Polo Sul é a Cruzeiro do Sul. Esta última, de tal maneira era importante, que figura na bandeira brasileira!
Curiosa é a história mitológica desta constelação, com de resto, de quase todas as outras. A imagem que reproduzimos é bem elucidativa. Os antigos viam, inscrito nesse agrupamento de estrelas, uma ursa! Bem poderiam ter visto um macaco, um determinado herbívoro ou felino, ou uma qualquer outra imagem, por exemplo, uma caçarola.

O caso é idêntico ao que envolve todas as outras constelações do Zodíaco.
Os astrólogos antigos viram um touro num determinado grupo de estrelas e, então, os nativos do Touro terão as características do touro! Nada mais discriminatório.

No caso vertente, a história mitológica começa em Cronos, um dos antigos deuses. Com tinha sido profetizado que um dos seus filhos o destronaria, Cronos não fazia por menos: comia os filhos à nascença! Um desses filhos, Zeus, acabou por ser salvo e passou a ser o deus supremo, conforme a profecia também suprema!

Continua numa próxima postagem

Postar um comentário