DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

segunda-feira, 19 de julho de 2010

O ACONTECIMENTO TUNGUSTA

 -

A Terra é bombardeada por meteoritos de vários tipos, somando mais de 2. 000 toneladas o peso do conjunto desses corpos, por ano. Ocasionalmente ainda caiem grandes meteoritos, como terá sido o caso de Tungusta, numa região remota da estepe russa, em 30 Junho 1908. O objecto (julga-se que era um cometa) explodiu quando chegou às altas camadas da atmosfera e deveria pesar 1 milhão de toneladas. Desenvolveu, ao despenhar-se, uma energia equivalente a uma bomba atómica. Derrubou milhares de árvores, matou rebanhos inteiros de renas, deitou pessoas ao chão a quarenta quilómetros e o ruído da explosão ouviu-se a milhares de quilómetros. Levantou poeiras que subiram até às altas camadas da atmosfera. Essas poeiras deram a volta ao mundo. De tal maneira que, nas noites seguintes, em Londres, se podia ler o Times à noite, dado o reflexo da luminosidade provocada pelos raios do Sol!
Hoje em dia, cerca de 7 ou 8 grandes meteoritos ainda caiem todos os anos, na Terra, mais de 2/3, no mar. Alguns podem desenvolver energias equivalentes a uma bomba como a de Nagasaki. O que recentemente explodiu no Pacífico, em Outubro de 1990, equivalia a 1000 toneladas de TNT. E também se sabe que, em média, cai um corpo de 1 quilómetro de diâmetro, em cada milhão de anos que equivale a 1 megatonelada de TNT = 100 vezes todas as bombas nucleares do mundo, a explodir ao mesmo tempo!
Recentemente, à aproximação de Júpiter, um cometa denominado Shoemaker-Levy-9 foi fragmentado pelas poderosas forças gravíticas do planeta e despenhou-se, aos bocados, nesse gigante do Sistema. A espectacular queda foi observada e fotografada desde a Terra.
Porém, a maioria dos meteoritos 
ou  cometas que viriam na direcção da Terra, despenham-se directamente no Sol, dada a sua enorme força gravítica.

11 comentários:

VALVESTA disse...

As vezes saber de tais coisas da receios... precisamos olhar mais atentamente pro céu.
Este acontecimento em Londres deve ter sido assustador, mas bonito , poeira cintilante; já o bombardeio de 1908, na Rússia causou catástrofe de uma guerra... Eles são belos no espaço, que fiquem por lá. beijos mestre.

Anônimo disse...

永遠不要躊躇伸出你的手。也永遠不要躊躇接受別人伸出的手。.................................................................

São disse...

Já conhecia de um documentário televisivo, mas foi bom relembrar.
Boa semana.

CarlaSofia disse...

pois, são os tais fenómenos que podem acontecer, alguns detectados a tempo, mas é sempre um risco.
*

pekenasutopias disse...

Sim, eu tive o privilégio de ter um pai coca-bichinhos e estes assuntos eram os temas recorrentes das nossas conversas, quando eu era ainda uma pré-adolescente... mas há sempre coisinhas que são acrescentadas e memórias que são reavivadas.
Um abraço!

Cris disse...

Muitíssimo interessante!
Bom saber que esses meteoritos caem no mar. Fico pensando no estrago que fariam caindo em uma cidade como São Paulo por exemplo.
Beijo!

R. disse...

Tão interessante quanto avassalador. Ainda bem que temos o mar...
Gostei muito da citação. Excelente :)

poetaeusou . . . disse...

*
o meu “herdeiro”
falou-me vagamente em Tunguska
e no Lago Cheko como sendo uma
antiga cratera derivada de uma explosão,não aprofundei na altura, por ter lido numa enciclopédia que existiam versões incoerentes não sei qual a veracidade !
,
abraço.
*

Anônimo disse...

聰明人之所以不會成功,是因為他們缺乏了堅忍的毅力。..................................................

Anônimo disse...

單純喜歡你的部落格,希望你能收到我的感謝 ^^............................................................

helen ps disse...

Vieira, talvez já tenhas lido a respeito, se não leu, acho que vai te interessar, sobre um meteorito que caiu recentemente no interior do Rio de Janeiro:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/06/apos-analise-fotografica-americanos-afirmam-que-pedra-no-rio-e-meteorito.html

abraço

paz e luz