quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A CONSTELAÇÃO DE SAGITÁRIO

A constelação de Sagitário é muito importante para a Astronomia porque ela se projecta no centro da Via Láctea. Aí há uma fortíssima aglomeração de estrelas, mas nós não a podemos ver à vista desarmada. As poeiras entre nós e ela, absorvem muita da radiação. Mas é possível, com meios apropriados, observá-la noutros comprimentos de onda, que não a da luz visível.  
A constelação é rica em aglomerados de estrelas e nebulosas. Destas, as mais importantes são a M8 (Nebulosa do Lago), M17 (Nebulosa da Ferradura) e a M20 (Nebulosa Trífida). Quanto aos aglomerados de estrelas (ou cúmulos) há a destacar o M22, que dista cerca de 10.400 anos luz, e é um dos mais próximos de nós. Deve ter umas 70.000 estrelas espalhadas por uma região de mais de 200 anos-luz de diâmetro. Já no mais modesto M23 foram apenas contadas 129 estrelas. O distante M25 é um aglomerado aberto de estrelas e encontra-se a aproximadamente 2.000 anos-luz. Terá pouco mais do que 80 estrelas. 
Mas o mais impressionante e importante dessa região do céu é um objecto denominado “Sagitário A”, provavelmente um gigantesco buraco negro no centro da nossa galáxia!
Postar um comentário