DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

sábado, 24 de abril de 2010

MAGNITUDES


As estrelas que vemos no céu, parecem ter dimensões diferentes. Mas a aparência é enganadora, sendo que as que nos parecem maiores podem não sê-lo, e vice-versa. Depende da distância a que se encontram e do seu brilho real, intrínseco. No entanto, podemos dividi-las em grupos, pela aparência do seu fulgor. Os astrónomos chamam magnitude (visual) a esse brilho. Curiosamente, usa-se uma escala inversa; isto é: uma estrela de magnitude 5, por exemplo, é menos brilhante que uma de magnitude 4, e assim por diante.
Mas tudo isto tem razões históricas, que vêm de muito longe, no passado. Foi Hiparco, um matemático e astrónomo grego que viveu há mais de 2.000 anos que, ao elaborar um catálogo de cerca de 800 estrelas, no ano de 129 a.C., estabeleceu as bases para a classificação que ainda hoje se utiliza. As estrelas foram classificadas pelo brilho que aparentavam. Na época, como se pode imaginar, os meios eram escassos, e o astrónomo apenas pôde utilizar a vista desarmada.
Na sua classificação aparecem as estrelas agrupadas em 6 classes de brilho, a que chamou “grandezas”. Assim, colocou as 20 mais brilhantes no grupo da 1ª grandeza. Altair - nome de origem árabe que significa "anjo em vôo" - é um bom exemplo. Altair está na constelação da Águia. Por comparação, a famosa Estela Polar, na Ursa Menor, tem uma magnitude de 2.
Inevitavelmente, colocou as que apenas podiam ser vistas muito ténues, no limite da observação, na 6ª grandeza.
Também há estrelas com magnitude negativa, portanto, mais brilhantes do que as de 1ª grandeza. É o caso de Sírius, uma estrela jovem e muito luminosa, cuja magnitude é de -1.46. É a estrela mais brilhante dos nossos céus, na constelação de Cão Maior, apenas a 8.7 anos-luz.

6 comentários:

Reflexo d Alma disse...

Gostp particularmente
de olhar para o ceu estrelado e
me deixar vagar...
gostaria muito de saber muito sobre elas.É perfeito quando posso absorver informações como as q vejo em seu espaço. Hj aqui em Pasargada o
ceu esta nubladinho,mas na
proxima noite
que estiverem visiveis
olharei tendo a impressão que ja sei um
cadinho mais sobre elas...
bjins entre sonhos e delírios

Valvesta disse...

TUDO MISTURA-SE, TALVEZ ENTRE SONHOS E DELIRIUS...

Amordemadrugada disse...

Bom dia de domingo Vieira Calado
muita luz pra si amigo

Anônimo disse...

how do u do?xvideo打飛機專用網洪爺免費洪爺色情片洪爺貼圖區洪爺成人線上洪爺影城洪爺色論壇洪爺貼圖洪爺成年人網洪爺免費色情洪爺色情貼援交妹辣妹野球拳情色文學情趣聊天室性感辣妹裸體遊戲做愛偷拍一夜情視訊洪爺色情貼洪爺免費色情洪爺成年人網洪爺貼圖洪爺色論壇洪爺影城洪爺成人線上洪爺貼圖區洪爺色情片洪爺免費洪爺色情貼洪爺免費色情洪爺成年人網洪爺貼圖洪爺色論壇洪爺影城洪爺成人線上洪爺貼圖區洪爺色情片洪爺免費洪爺免費洪爺色情片洪爺貼圖區洪爺影城洪爺色論壇洪爺貼圖洪爺成年人網洪爺免費色情洪爺色情貼洪爺成人線上

JPD disse...

Olá Vieira Calado

Claro que cheguei a consultar o teu perfil.

Porém, a qualidade das tuas edições de poesia era tão marcante, para bem e só para essa qualidade, a poesia passou a ser-te indissociavel.

Não voltei a questionar-me sobre outras possibilidades.

Agora, prometo estar atento a estas tuas edições.

Um abraço

Valvesta disse...

Comprovada a ineficiência das aparências, a distância define o esplendor, divisões e valores valores,estabelece parâmetros entre astros com valor, e estrelas muito valorosas, como ver depende mesmo da visão, aquilo que no passado pode ter grande valor, hoje pode representar insignificância.
Lembro de outra postagem sua, sobre a possibilidade de contarmos as estrelas do céu claro(não do mar ), eu disse impossível...
Mas se fosse nesta época que retrata sua actual postagem seria de todo fácil, questão de conhecimento actual, hoje o que nos parece limitado no futuro esse conhecimento será ilimitável, haverá um dia em que o homem reconhecerá sua limitação, e dirá " até hoje meu conhecimento só chega até aqui, mas prometemos continuar...", ser humilde é tb ser sábio. podemos continuar???