TERRA

clicar youtube para écran inteiro

sexta-feira, 2 de abril de 2010

OS NASCIMENTOS E A LUA

-
Há a crença de que a Lua tem influência sobre o nascimento dos bébés. Mas essa crença é injustificada. A influência da Lua sobre a Terra, é notória, mas ela apenas se verifica para grandes dimensões. É o caso das marés. Em lagoas ou lagos, elas não se verificam. Mesmo num grande mar como é o Mediterrâneo, as marés têm uma amplitude diminuta, se comparadas com as que nós conhecemos nas costas atlânticas. Os cientistas sabem disto há muito tempo.
A única verdadeira influência da Lua sobre a Terra, exerce-se por via das forças gravíticas, também conhecidas por Força da Atracção Universal.
Quando uma criança nasce, a influência gravítica exercida, por exemplo, pela enfermeira que assista ao parto, ou mesmo dum camião que passe perto da Maternidade, é incomparavelmente maior do que a influência da Lua. No entanto, e para acabar com as dúvida dos cépticos ou dos obscurantistas, têm sido realizados vários testes e inquéritos. Nunca se provou que a Lua tivesse influência sobre o comportamento humano, ou a incidência dos mais diversos crimes, por exemplo. Mas a ideia arreigada da influência da Lua Cheia (ou da Lua Nova) pode levar a que determinados indivíduos sintam ter chegada a hora deste ou daquele cometimento. É apenas um efeito psicológico, que tem raízes antigas na tradição e no folclore, sendo hoje sempre reavivada pelos "media", pelos filmes e pelos livros que amiudadamente se baseiam nesses mitos. Com o era, no tempo dos poetas do Parnaso… O que a Lua Cheia trás é um pequeno acréscimo de calor à Terra e isso, efectivamente, pode ter algumas consequências sobre o crescimento ou desenvolvimento das plantas. Só isso.
Em 1991, dois estudiosos analisaram as datas de nascimento de 4.456 bébés nascidos numa maternidade francesa e apenas encontraram o esperado: a distribuição dos nascimentos era uniforme, qualquer que fosse a fase lunar.
Uns anos depois, os italianos Peiti e Biagiotti estudaram 7. 842 partos ocorridos durante um período de 5 anos, numa clínica de Florença, e também nada encontraram de anormal.
A que se deve, então, esta crença? Eu, particularmente julgo que se deve ao facto de que, ao olharmos para a Lua, um dia antes ou depois da Lua Cheia, ela nos parecer que está CHEIA.
Se recuarmos no tempo, há centenas ou milhares de anos, quando praticamente ninguém tinha calendários, fácil nos é perceber que as pessoas diriam que o seu filho ou filha tinha nascido na Lua Cheia, quer fosse um dia antes, ou um dia depois, ou até mais.
E é evidente que… em três dias (ou mais) , nascem mais bebés que num só dia!