DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

AS PLÊIADES

Imagem Google

 .
Charles Messier, um astrónomo francês do século XVIII, criou uma lista de 119 objectos celestes, denominado Catálogo de Messier. O M 45, as Plêiades, é um desses objectos. Trata-se dum grupo (um cúmulo de estrelas – aglomerado aberto) que se pode observar na constelação do Touro. É facilmente visível nos dois hemisférios. Têm uma cor predominantemente azul, o que desde logo indicia que são jovens e quentes. Por comparação, o Sol é uma estrela amarela, portanto "de meia idade"
Ter-se-ão formado nos últimos 100 milhões de anos e distam cerca de 380 anos-luz de nós.
À vista desarmada podem ver-se 7 estrelas ( conhecidas entre nós, por "sete-estrelo"), mas um apropriado instrumento óptico, mostra que são pelos menos umas quinhentas. A mais brilhante chama-se Alcion. Foram engendradas a partir da mesma nuvem de gás. Por isso têm a mesma idade e a mesma composição química.
A nebulosa onde se encontram, nada tem a ver com a nuvem de gases e poeiras de que se formaram as estrelas. Elas apenas atravessam essa "nebulosa de reflexão" – assim chamada, porque rebrilha devido à reflexão da luz das estrelas incidindo nas poeiras.
Contudo, este aglomerado de jovens estrelas, não é estável. Pensa-se que as fortes interacções gravitacionais a que estão sujeitas, provindas de outras estrelas da Galáxia, as façam dispersar e afastar, dentro duns 250 milhões de anos.

9 comentários:

Cris disse...

Penso que nada tenho a ver com a constelação do Touro.
Mas a admiro!
Aliás, a nuvem de gases e poeiras onde se encontram o meu escorpião, devem estar em alguma Nebulosa, onde não há reflexão, ou explicação.
Mas se vc souber...
Me diga por favor!
Grata!

Hanukká disse...

Pois Creio serem estas as sete marias que aprendi quando criança, mais não sabia que havia outras tantas no conjunto. A reflexão de brilho, ou estar num ambiente que não fora criada, como um berço que as aconchega com reflexão de brilho e acolhimento de calor, encantador a união fazendo o mistério de existe ser um belo espetaculo de luz.
Como temos a aprender com o céu e tudo que diz, esquecemos de entender o que fala, e procuramos o significado...o inaldível, mas explicito.
beijos no coração que amo.

R. disse...

Interessante. Presumo que 'Electra' derive da personagem da mitologia grega...

Hanukká disse...

Olá amore, deve ter-me passado despercebido a "electra", onde está?
Mas... esse complexo ñ conheci, fui bem servida, por dois lindos.
Meu olhar enche-se Calado, pesado e consciente, mais que feliz, beijos.

xistosa - (josé torres) disse...

Quem haveria de dizer-me que o "Sete estrelo" são 9 estrelas, que agora são mais de quinhentas.
O meu espírito procurou uma analogia e encontrei:
"As cinco partes do mundo são quatro. Fé, esperança e caridade" ou as cinco partes do corpo humano que também são quatro. calças, colete e casaco."
Também aprendi que o azul é uma cor quente ... só isso porque de resto o meu Belenenses está frio como um morto.
Espero que quando se afastarem (250 milhões de anos, é???) já cá não estejamos a aturar políticos.

Um abração de desestabilização do mesmo de sempre.

Cigana do Oriente disse...

Oi Vieira, vim agradecer a sua visita.
Gosto muito de Astronomia, Ufologia, Mitologia etc etc, então estarei sempre por aqui
Volto depois para ver o resto, beijos em seu coração!

News astronomia disse...

obg.vieira o seu Blog tb é bom não bom não é maravilhoso.

Orvalho do Céu disse...

Olá, Vieira
Gostei da explicação das cores azul e amarelo...
Fico com a estrela (azul) apesar de gostar muito do sol (amarelo)...
Estou indo pra uma Missão além fronteira e só retorno daqui a um mês...
Passando hoje pra informar para que vc não fique preocupada com o meu "sumiço", viu???
Entretanto, deixo post programado em todos os Blogs...
Na volta, retribuirei os comentários deixados, se Deus quiser!!!
Fiquemos com a Deus da paz!!!
Abraços fraternos

Dona Sra. Urtigão disse...

Sendo repetitiva, mas o que fazer se sempre gosto e agradeço pelo que aprendo aqui...