terça-feira, 8 de outubro de 2013

GRANDES COMETAS DA HISTÓRIA (III) - o DONATI




Embora basicamente idênticos, os cometas apresentam-se-nos quase sempre com diferentes configurações.
A sua maior ou menor exuberância, depende essencialmente da conjugação de distâncias menores, ao Sol e à Terra.
O cometa Donati tem sido considerado o mais belo da História, pela harmonia das suas três caudas, uma de gás e duas de poeiras.
Em Outubro de 1858 esteve no seu maior esplendor, tão brilhante como a mais brilhante estrela dos nossos céus: Sírio.
A cauda de gases apresentou-se como a maior e estendeu-se por uns 40º, no firmamento.

                       * É curioso verificar que, à direita do cometa, se pode ver a Ursa Maior.
Postar um comentário