DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

A ESTRELA SPICA



Créditos: Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais
 -
A estrela Spica é a mais brilhante da constelação de Virgem. Por isso é designada por α. É uma estrela binária azul que se encontra a 260 anos-luz, sendo uma das mais brilhantes do céu a décima quinta. Na verdade, a olho nu, não conseguimos ver que, afinal, a α… são duas! Elas giram em volta uma da outra, a curta distância. Só um telescópio pode distinguir que são duas. A maior é dez vezes maior que o Sol, mas umas doze mil vezes mais brilhante!.. Também é seis vezes mais brilhante que a companheira.
A maior, sendo uma estrela de tão grande massa, é candidata a tornar-se numa super-nova, a mais próxima do Sistema Solar. Por isso é muito estudada.
Pensa-se que Hiparco tenha descoberto o fenómeno da precessão dos equinócios, baseando-se em dados que foi colhendo pela observação das posições de Spica, uma vez que ela se encontra muito perto da elíptica. Um templo, em Tebe, foi construído e orientado em relação à estrela, em 3200 a. C., e aí foi sendo registada a precessão, até mesmo por Copérnico.

Postar um comentário