quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

ALDEBARÃ



Na mitologia: o Touro e o guerreiro Orion

A estrela Aldebarã encontra-se na constelação do Touro. É uma gigante vermelha, com tons a cair para o alaranjado. Distingue-se facilmente por ter essa cor. Os astrónomos conheçam-na por α Tauri, pois é a mais brilhante de todo o conjunto. Mas, desde o tempo dos antigos árabes – que lhe deram o nome – é conhecida pelo “olho de touro”. Também as Plêiades, conhecidas popularmente por Sete-estrelo, se encontram na constelação. Uma uma história interessante, dos domínios da Mitologia!
Numa postagem anterior, quando falámos de Orion, referimos “As Três Marias”, que se encontram no meio dessa esbelta constelação.
Pois, para encontrar Aldeberã, a partir delas, basta seguir as três estrelas - da esquerda para a direita - no Hemisfério Norte (e ao contrário no Hemisfério Sul.
Trata-se duma estrela de grandes dimensões, e que já gastou a principal fonte do seu combustível, o hidrogénio.
Quando isto acontece em estrelas deste género, o seu comportamento próximo é expandir-se. Assim, ela tem um raio umas 40 vezes maior do que o Sol, sendo 150 vezes mais brilhante que o nosso astro-rei!
Postar um comentário