DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

COLISÃO DE GALÁXIAS

2 galáxias em colisão - imagem Google
.
Como se sabe, o Universo encontra-se numa fase de expansão.
Edwin Hubble (1889 –1953), para além de descobrir outras galáxias para além da nossa (a Estrada de Santiago), foi o primeiro a mostrar o seu progressivo afastamento, pelo red shift (desvio para o vermelho), nas informações espectrais que advinham das suas observações e medições, feitas nessas galáxias.
Assim sendo, e estando imensamente distantes umas das outras, poderá parecer que, ao se afastarem, nunca poderão colidir.  
Mas esse afastamento só é uniforme para grandes conjuntos.
No seu todo, o Universo expande-se mas, considerando localizadas zonas do Espaço, poderá haver aproximações, ou mesmo colisões.
Imaginemos uma rua cheia de gente que se dirige numa determinada direcção. Considerada a grande escala (a extensão da rua), a massa popular segue no mesmo sentido. No entanto, uma ou outra pessoa pode, pontualmente, estar a fazer o trajecto em diagonal, ou mesmo a vir no sentido inverso, atropelando todos os que apanha pela frente...
No que respeita às galáxias, não é por vontade própria (apanágio do Homem), que elas se poderão aproximar, mas fruto da interacção das forças gravíticas de umas e outras.
Conhecem-se muitas em rota de colisão, outras que estão a colidir.
A nossa Galáxia terá esse destino. Num futuro muito longínquo, colidirá com a Andrómeda, a maior, do chamado Grupo Local.
O Grupo Local é composto por umas 35 galáxias e inclui a Via Láctea, a Andrómeda e o Triângulo, numa extensão de cerca de 10 milhões de anos-luz. A maioria das restantes são muito pequenas e são satélites das 3 maiores, como as Nuvens de Magalhães, que nos estão próximas e até são visíveis no Hemisfério Sul.
Isto vem a propósito, porque acaba de ser descoberta uma estrela de outra galáxia, na nossa. Os primeiros cálculos levam a pensar que, no passado, uma pequena galáxia satélite terá sido engolida pela Via Láctea!
Postar um comentário