DILEMA

https://youtu.be/K_sAgzRbMu4

terça-feira, 2 de novembro de 2010

GALILEU GALILEI


Luneta de Galileu- imagem Google
Quando o velho sábio nascido em Pisa, no século XVI, assestou pela primeira vez uma luneta astronómica na direcção de Júpiter, quase duvidou do que via: um pequeno disco, bem nítido, ligeiramente colorido, e quatro pontos de luz que rodeavam o planeta e dele pareciam depender.
Um novo visionamento, mais tarde, revelou que os pontos de luz tinham mudado de posição, tendo posteriores observações confirmado que esses pontos de luz volteavam à roda do grande planeta. Eram satélites: as quatro grandes luas de Júpiter – Io, Europa, Calisto e Ganimedes; tal como a Lua é um satélite da Terra.
Esta descoberta foi decisiva para o abandono da ideia de que a Terra é o centro do Universo – o geocentrismo –, defendida pelo grego Cláudio Ptolomeu (90-158), na sua principal obra: o "Algamesto", e alimentada durante séculos, pela Igreja de Roma.
Mas Galileu Galilei também se notabilizou por outros inúmeros estudos. Foi ele quem primeiro percebeu o "princípio da inércia", as leis do movimento uniformemente acelerado e as do movimento parabólico. Descobriu as manchas solares e os anéis de Saturno, viu montanhas na Lua, percebeu que Vénus tinha fases, como a Lua. Desenvolveu a balança hidráulica, criou a célebre luneta e o termómetro que levam o seu nome, inventou um método para determinar o peso do ar, o relógio de pêndulo e o compasso geométrico. 
Foi condenado pela Inquisição, tendo apenas sido absolvido… em 1983!
É justamente considerado "o pai da ciência moderna", particularmente pelo facto de ter imposto o método empírico, e relegado para o esquecimento o método aristotélico.
           

6 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
xistosa - (josé torres) disse...

Agora já não há maneira de corrigir o comentário.
No momento que estava a lê-lo, o gato que não tenho, tocou numa tecla qualquer e aí foi o que ainda não era.
Se quiser eliminar o anterior comentário, fica o corrigido.
É no que dão as pressas.
Então é assim.

Nada há nada onde a igreja não se metesse.
Não falo no que metiam os padres pedófilos, mas os seus "chefões" que sem conhecimentos palpáveis de qualquer espécie, tal como hoje, opinam sobre qualquer matéria.
Pois é verdade que a terra era o centro do Universo e assim viam-se as vaidades de ponta a ponta. Isto quando a Terra era plana.
Depois ficou redonda ou quase.
Mau mesmo foi aparecerem "Galileus" e parceiros e discípulos como eles e
estudarem...
Acabou-se o reino da escuridão e fez-se luz.
(isto apesar das mulheres continuarem na escuridão mais uns tempões - não tampões).
Veja-se os séculos que os deuses levaram a absolvê-lo.
É que o método aristotélico era muito mais católico.

Uma boa semana

Hanukká disse...

Ai está um grande homem.
Lamentavelmente a ignorância humana só tem olhos para o próprio umbigo; Tiveram que reconhecer seus pecados e erros.
Diz A Palavra:
Oséias:4-6,a - 5,13
O meu povo será destruído por falta de conhecimento,...

Portanto o meu povo será levado cativo, por falta de entendimento; e os seus nobres terão fome, e a sua multidão se secará de sede.

Perfeito e bem resumido, totalmente compreensível, Beijos amore.

estranhonumaterraestranha disse...

Amigo Calado,aqui vai um link actualíssimo sobre o cometa Hartley,que acabei de encontrar:http://www.space.com/common/media/video/player.php?videoRef=SP_101102_Comet-Hartley

um abraço

greentea disse...

pois, são sempre os mesmos a ser condenados pela santa inquisição !!

poetaeusou . . . disse...

*
amigo
se permites vou responder
com uns dizeres de 08/02/2009,
dos 400 anos de Galileu !
,
fica sol,
dourada magia,
eu com a terra partirei
em rotação geométrica,
levando os presságios
de secretos negrumes
em compactos feitiços,
meu pôr-do-sol ardiloso
tu estás parado eu sei
a terra afasta-se de ti
e eu inserido nela
caminhamos para a noite
não é galileu galilei
não me enganaste não
compreendeste Copérnico
e o sistema heliocêntrico
logo as minhas marés
pela lua movimentadas
espera sol,
pelo ventre da manhã,
etérea frincha abstracta
sentinela metafísica
da esotérica verdade !
,
um abraço,
,
*